terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Nasceu

5 comentários
Olá meninas...


Olha que lindo este relato de parto..Emocionei quando li..pensando que talvez, em um futuro não muito distante estarei compartilhando aqui o meu relato de parto.Não custa sonhar não é mesmo?


A jornalista Márcia Carini era uma cesarianista convicta, mas mudou de time e aderiu ao parto natural. Ela conta por que fez essa opção e relata o nascimento do pequeno Loretto

Parto natural... Até o sétimo mês de gravidez, nem sabia o que era isso. E de parto normal não queria ouvir falar. Tinha medo, pavor da dor. Mais: achava um absurdo alguém sentir dor em pleno século 21. De onde vinha esse pânico? Não sei. Minha mãe relatava três partos normais tão fáceis, sem anestesia. Ela só reclamava da tal lavagem, de ter que ficar deitada durante as contrações e do picote (a episiotomia). Eu, no entanto, permanecia irredutível: taurina cabeça dura, queria cesárea e ponto final.
Meu ginecologista, que já me conhecia e sabia do meu medo, foi logo dizendo que ele agendava cesarianas eletivas para as segundas-feiras. “Vejamos no calendário... Data provável do parto: 18 de maio. A gente pode fazer a cesárea no dia 15 ou 8 de maio de 2006... Ih, 8 de maio é seu aniversário.” E assim ficou meio marcado para o dia 15.
Nesse percurso, o Maurício, meu marido, começou a trazer recortes de jornal com matérias sobre o abuso das cesáreas no Brasil. Eu ficava brava com ele, mas lia e, lá no fundo, pensava: “Será mesmo que a cesárea é um risco desnecessário?” Um belo dia, eu estava em um chá-de-fraldas e fui convidada por uma amiga para participar de uma reunião em que se falava sobre gravidez e parto. Liguei e fui, sem ter a menor idéia do que seriam os encontros. Era o Gama (Grupo de Apoio à Maternidade Ativa).
A primeira coisa que me falaram lá ficou registrada na minha memória: “Se você está tão decidida pela cesárea, já está preparada para o que há de pior. Qualquer outra coisa é lucro”. De quinta em quinta-feira, fui dilatando meus conceitos. Descobri que era possível dispensar a lavagem, a raspagem, a episiotomia. Descobri que não precisava ficar presa à cama durante as contrações e poderia ter o bebê de cócoras, de pé, de quatro, na banheira, como quisesse. Descobri que eu poderia ser acompanhada de uma doula – uma mulher que faria massagens e me falaria palavras de apoio durante o trabalho de parto.
Acho que, em duas semanas, eu já queria pelo menos entrar em trabalho de parto. Em três semanas, tinha certeza de que queria o parto normal. Em quatro, troquei de médico. Nos últimos encontros, estava pensando em que estratégias usar para dispensar a anestesia. Mais um pouco e teria tido o Loretto em casa (na foto, junto com Márcia e Maurício).
Minha preparação para o parto incluiu muita ioga, bastante caminhada e ficar de cócoras pelo menos meia hora por dia. Também fiz os exercícios recomendados por alguns livros – trabalhei bastante o corpo, mas principalmente a cabeça e o coração.
Eu sabia que o meu parto só dependia de mim. E me sentia preparada. Mas... Sim, continuava com um medinho lá no fundo. Será que eu ia agüentar? Como é que ia ser?
Quando completei 38 semanas de gravidez, fui a uma consulta com a minha médica, a doutora Andréa, que naquele momento estava atendendo um parto. Fiz um exame cardiotoco (para ouvir o coração do bebê) e um especular (coloca-se um bico-de-papagaio na vagina para ver se o que está saindo é líquido amniótico). O cardiotoco não teve um bom resultado – os batimentos cardíacos do bebê estavam muito estáveis. A enfermeira de plantão saiu da sala e voltou com uma buzina (eles costumam dar uma tremenda buzinada perto da barriga para o bebê acordar – uma brutalidade). Fui logo dizendo: “Buzina, não!” Ela me achou uma petulante, mas pelo menos não usou a tal da buzina.
Depois fui para a sala de ultra-som. Dessa vez, pedi um chocolate para o Maurício. Daí, o bebê, que deveria estar dormindo na hora do cardiotoco, deu uma bela animada. Resultado do ultra-som: tudo ótimo, bebê mexendo bem e com... 3,7 kg. Pô, um bebê de 38 semanas desse tamanho! “Gente, como é que ia sair?” No dia seguinte, vimos quão fora da realidade são essas medidas do ultra-som, pois o bebê nasceu com 3 kg.
Minha médica continuava no parto. Mas outro obstetra, também da equipe humanizada, que já sabia do meu cardiotoco comprimido, apareceu e só me recomendou que almoçasse bem – certamente o cardiotoco após o almoço daria normal. E assim foi. Depois do exame com excelente resultado, saímos do hospital tranqüilos.
No caminho de volta, senti uma dorzinha de barriga. Olhei no relógio do carro: 18 horas. Outra dorzinha... Nova olhada no relógio: 18h05. Outra dorzinha... Epa, de cinco em cinco minutos. “Será?” Mais cinco minutos... Outra dorzinha. Só podia ser! Fiquei tão feliz. “Maurício, acho que entrei em trabalho de parto!”
Em casa, pedi para ele ficar em silêncio – ele estava louco para instalar uns puxadores nas portas, mas não deixei. Arrumei a minha mala e terminei de arrumar a do bebê. Sentia um aperto bem de leve no pé da barriga. Cada aperto durava 30 segundos, com pico de dor de um segundo apenas. O Maurício pegou emprestada a filmadora de um casal de amigos. Fiquei no quarto, no escuro, acompanhando aquelas dorzinhas. E eu cada vez mais feliz porque o bebê ia nascer na semana 38 – temia que ele passasse de 40 semanas e ficasse enorme. Queria silêncio e falava para o bebê: “Filho, para nascer, a contração tem que vir mais forte. Capriche no empurrão”. Ligamos para a Ana Cris, que seria a minha doula, para dizer que eu havia entrado em trabalho de parto.
Durante toda a noite, fiquei sentada na cama. Quando levantava para fazer xixi, via que sempre saía um pouquinho de sangue. Na hora das contrações, eu respirava, descontraía o maxilar, abria bem minha garganta. O pico da dor continuava durando apenas um ou dois segundos. Era absolutamente fácil de suportar. Às 4 horas, as dores vinham de três em três minutos e duravam 50 segundos – com pico de três segundos, apenas. Continuava fácil.
Às 7h30, pedi para o Maurício ligar para a Ana Cris. Ainda era de três em três minutos, mas o pico já durava uns dez segundos. Ela pediu que fôssemos para a maternidade. Consegui tomar um café com leite, mas achei que, se comesse pão, poderia vomitar no carro. Enquanto meu marido tomava café, calmamente eu me ajoelhava quando vinha uma contração um pouquinho mais intensa.
No carro, eu vocalizava o aperto no ventre, fazendo alguns sons. O Maurício disse, depois, que tinha muita vontade de rir dos meus barulhos intermitentes... Entre as contrações, me lembro de ter olhado uma praça perto de casa, com pessoas caminhando, e pensei: “Vai ser tão legal vir aqui brincar com o Loretto”
Quando cheguei à maternidade, minha médica fez o toque... Oito cm de dilatação. Eu perguntei: “Tem certeza?” Tinha lido que, depois de 7 cm, a dor fica muito forte. A dor não aumentou, o tempo passou e minha barriga continuava alta. Caminhava com a Ana Cris pelos corredores, ficava de cócoras, rebolava na bola e a barriga lá em cima. O Maurício se divertia nos filmando. Comi um montão de chocolate.
Às 14h30, um novo toque: dilatação quase total – só tinha uma rebarbinha de útero para abrir, mas o bebê quase não tinha descido porque ele não conseguia vencer o tanto de água que havia na bolsa. Sugestão: fazer um chuveirinho na bolsa – três furinhos fininhos para que a água fosse escorrendo aos poucos.
A cada nova contração, a água ia saindo e o bebê descendo. Eu sabia que o procedimento faria a dor vir com mais intensidade. De fato. Uma hora depois, estava sentindo contrações mais fortes, e mais fortes e mais fortes, com uma duração maior. Conforme a coisa foi apertando, senti que o melhor a fazer era soltar um “Aaaaaahhh” bem prolongado. Depois soprar bem rápido, várias vezes. Eu apertava a mão da Ana Cris e do Maurício. Estava com medo de o bebê ser grande e, por isso, estar demorando tanto para baixar.
Por volta de 16h30, a Ana Cris sugeriu um banho quente no chuveiro. Não acho que a dor tenha diminuído – diferentemente de todos os outros relatos de parto. Mas foi legal sentir a água entrando na minha boca quando eu falava um “Aaaaahhhh”. Eu me divertia com essa cena – tinha que ficar cuspindo a água. Olhando a filmagem, eu vejo minha cara de “partolândia”, sentada no chão do boxe, meio aérea. Mas eu me sentia totalmente ali, estava atenta ao que as pessoas falavam. Só não conseguia responder porque as contrações vinham muito seguidinho umas das outras.
Desligaram o chuveiro e colocaram dentro do boxe uma escadinha dessas de subir em cama de hospital. O Maurício, com sua camisa de Super-Homem, se sentou atrás de mim, no degrau de cima. Fiquei no degrau de baixo. E a doutora Andréa, sentada no chão, perguntava: “Está com vontade de fazer força?” Eu ainda não estava. E falei para a Ana Cris: “Você dizia que o expulsivo não dói. Era mentira...” Ela explicou que, num trabalho de parto sem dor, é normal que o expulsivo seja mais dolorido.
De repente, comecei a sentir uma vontadezinha, ainda tímida, de fazer força. A dor muda. Ou melhor, muda a sua prioridade – a gente quer é colocar a criança no mundo. A orientação era: na contração, respire duas vezes e na terceira, segure o ar e empurre para baixo – isso dá um grande alívio, principalmente quando a gente pega o jeitão de fazer força.
A doutora Andréa falava: “Isso... Já está aparecendo” e me mostrava o espelho. Mas não dava para ver ainda – ao menos, para os leigos. Eu fazia uma força tremenda e parecia que a coisa não progredia. Teve uma hora em que a contração demorou um pouco mais para vir e eu cochilei no colo do Maurício. Sim, dei uma cochiladinha no intervalo. Acordei no meio da contração seguinte, super-assustada... Nisso, a doutora Andréa percebeu que eu poderia ajudar o bebê a ir girando como um parafuso se me deitasse de lado. Lá fui eu, até a cama, deitar de lado. Adorei a posição!
Vi que já tinham até colocado um bercinho aquecido na sala – ou seja, estava para nascer mesmo. Isso deu um alívio. Pelo menos, pensava eu, já tinha passado pela bacia. Eu mesma puxava minha perna contra o meu peito e fazia força, fazia força. Ficava lembrando da minha mãe e da minha amiga Lindalva, que diziam: “Aí, fiz três forcinhas e o bebê nasceu...” Eu devo ter feito umas 30 forcinhas...
Maurício colocou a Nona Sinfonia de Dvorák no aparelho de som (a gente ouviu essa música todo dia durante a gravidez, várias vezes durante o trabalho de parto e, para o nascimento do Loretto, ele selecionou o movimento allegro con fuoco). Minha vagina começou a arder loucamente – lembrei-me do meu primeiro dia no Gama, quando uma moça norte-americana deu seu relato de parto e falou do “círculo de fogo”, ou seja, da ardência que se tem ao redor da vagina.
Numa força bem descomunal, percebi a cabeça saindo. Ainda ouço a voz delicada da doutora Andréa dizendo: “Isso, Márcia, isso, muito bem”. E da Ana Cris, que estava filmando: “Putz, acabou a bateria bem agora”. E a do Maurício: “Loretto...” Mais uma contraçãozinha... Pluft, saiu o corpo.
Imediatamente, pedi para me ajudarem a levantar o tronco. Eu queria ver, eu queria ver o Loretto. Entregaram-me aquele menino tão forte, tão delicioso de segurar. Ele estava quase dormindo, alheio ao movimento allegro com fuoco todo. Foi abrindo os olhos, encarou meu rosto e o do pai... Eu sentia o cordão pulsando no meio das minhas pernas, eu sentia o mundo inteiro pulsando dentro de mim.
Lembro do Maurício falando: “Parece que a gente já se conhecia. Parece que ele sempre esteve aqui”. O Maurício cortou o cordão 25 minutos depois do nascimento, tudo exatamente como a gente queria. E eu olhava as mãos, os pés, o rosto do bebê. Era o meu filho! Era o meu filho!
Fiquei duas horas com ele na sala de parto. O Loretto mamou, tomou banho num balde nas mãos da Ana Cris, ficou me olhando. A doutora Andréa avaliou o meu períneo. Nenhuma laceração, não ia precisar de pontos.
Pedimos para guardar a placenta. Serviram-me um jantar na própria sala e, logo depois, fui tomar banho como se nada tivesse acontecido. Sentia uma força e uma energia maravilhosas. Não queria dormir, não queria descansar. Solicitei um alojamento conjunto e eu era o mais poderoso animal com sua cria ao lado.
Até hoje, tenho microssegundos de dúvida ao acordar: teria sido um sonho? Fico feliz em receber minha resposta e meu alívio (para sempre) nos olhos tão suaves do Loretto.

fonte: bebe abril

Lindo né, falem a verdade, vocês já pensaram no seu tipo de parto??

Mais vocês devem estar se perguntando..porque o título do post está Nasceu??
É com muita honra e emoção que apresento a vocês, queridas amigas o meu mais novo filho..Vida de doula..
Meu recém bloguinho..fiz com a finalidade de contar minhas experiências com o curso e com meus futuros trabalhos se o Senhor assim abençoar.

Aqui é um espaço para eu contar as minhas experiências ..como tentante e se DEUS quiser mãe..lá vou contar profissional, com o intuito de ajudar as mamães com assuntos relacionados a Maternidade.

Seria um prazer ter vocês comigo lá também, ainda esta novinho, mais com o tempo vou aprimorando ..

É isso meninas..amo contar com vocês em todos os momentos da minha vida..

Beijos e amo amo amo vocês


segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Volteeei

8 comentários
Eu voltei, agora pra ficaaar...porque aqui..aquii é o meu lugaaaar


Meldels...que saudade que senti desde cantinho, das minhas amigas do colaçaum..E ai..como estão??


Tenho taaaaaaaanta coisa pra contar, mais muita mesmo.Mais não dá pra contar tudo em um post, então vou resumir algumas coisas.


CURSO: Fiz o curso de formação de Doula através do GAMA( Grupo de apoio a maternidade ativa).Lá pude aprender mais sobre o mundo da maternidade, de diferentes pontos.Pude assistir a vários relatos de parto, vídeos lindos , chorei a beça..rs
Vi o quanto este momento da vida de uma mulher pode ser marcado para sempre.Vi mães que no primeiro filho não tiveram seus desejos atendidos e foram submetidas a um cesárea sem necessidade.Vi o quanto elas carregam essa marca e hoje lutam para sentir o prazer de gerar e parir seu filho..através da sua força..do seu corpo.
Tenho várias ideias sobre por onde seguir daqui para frente, mais preciso antes colocar as ideias no papel e pedir orientação para que Deus traçe o meu caminho.




Vida a dois: Este fim de semana estava no meu período fértil.Mais não tentei como deveria, o curso me deixou muito cansada, tive vários compromissos paralelos e não queria fazer por fazer.Nos amamos sim, mais acho que não foi desse vez..Matamos a saudade..afinal, eu chegava..tomava banho e dormia..Que saudade que estava de sentar na sala, conversar,,espero que o tiro tenha sido certeiro..quem sabe?


Feira da Gestante Bebê e Criança: E domingo, quando poderia dormir mais um pouco e curtir com meu marido lindo, fui levar um casal de amigos pra comprar o enxoval do Luiz Henrique,(vou ser doula pós parto dele..iee).
Meu marido foi um com um pouco de mau humor..( ele não tem muita paciência com compras).Mais ao passar um tempo lá ele foi dominado pelos bebês..e quartinhos e carrinhos..Me mostrava os que ele queria..os nenens que eram gordinhos/loirinhos/mereninhos/pequenininhos..rsrsr
Escolhemos alguns modelos de quarto..deixa a gente vai..rs...


Foi tão legal..tão gostoso ver que de certa forma, já fazemos parte deste grupo!!..Sonhamos...


Bom..voltei galera..durante a semana posto algumas coisas que aprendi..


Assitam a esse vídeo só pra começar bem a semana..






Beijos amoras..

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Promessas

9 comentários
Morecooos...estou com tanta mais tanta saudade de vcs que decidi escrever aqui só um OI.....tenho lido alguns posts na medida do possível..PROMETO que segunda feira volto a comentar em cada bloguinho lindo ok?Estou ansiosa..sinto que teremos positivos em breve heim...Façam logo o teste!!!rsrsrs


Genteeem to amandoooooooooooooooooooooooooooooooooooooo o curso de Doula, tenho tanta informação pra passar pra vocês.To aprendendo a entender o nosso corpo..e a entender como o sistema nos induz ao erro..mais são assuntos pra outros posts...também PROMETO que colocarei tudo aqui...
Não me abandonem tá.Preciso muito de vcs..como vcs fazem falta...PROMETAM que não vão me largar...


Queria abrir espaço aqui, para dúvidas em relação ao parto normal.Escrevam suas dúvidas que perguntarei no sábado e colocarei aqui tb..PROMETO.


Agora vou  indo que prometi a mim mesma que dormiria cedo e ainda namoraria( to fértil minha gente)


Beijos e amo amo amo amo amo amo vcs





terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Ser Doula..

11 comentários








A doula …
Reconhece o nascimento como uma experiência que a mãe vai se lembrar toda a sua vida…
Compreende a fisiologia do nascimento e as necessidades emocionais de uma mulher em trabalho de parto…
Auxilia a mulher na preparação e realização de seus planos para o nascimento…
Fica ao lado da parturiente durante todo o trabalho…
Fornece apoio emocional, medidas de conforto físico, um ponto de vista objetivo e assistência à mulher no sentido de obter as informações que precisa para tomar boas decisões…
Facilita a comunicação entre a parturiente e a equipe médica…
Percebe seu papel como aquele que nutre e protege a memória da mulher na sua experiência de parto. 
Doula é uma profissional que trabalha diretamente ao atendimento de mulheres em trabalho de parto, dando apoio emocional e físico, ajudando a diminuir a dor com métodos não-farmacológicos, e para que esse momento seja o mais especial possível.
Ela tem conhecimento sobre obstetrícia e pode ficar com a gestante em casa até que o trabalho de parto fique ativo, diminuindo o tempo no hospital e evitando o estress que pode atrapalhar a dilatação.


Antes do parto: ela orienta o casal sobre o que esperar do parto e pós-parto,ajuda a mulher a se preparar fisicamente e emocionalmente para o parto, das mais variadas formas.


Durante o parto: a doula funciona como uma interface entre a equipe de atendimento e o casal. Ela explica os complicados termos médicos e os procedimentos hospitalares e atenua a eventual frieza da equipe de atendimento num dos momentos mais vulneráveis de sua vida. Ela ajuda a parturiente a encontrar posições mais confortáveis para o trabalho de parto e parto, mostra formas eficientes de respiração e propõe medidas naturais que podem aliviar as dores, como banhos, massagens, relaxamento, etc.


Após o parto: ela faz visitas à nova família, oferecendo apoio para o período de pós-parto, especialmente em relação à amamentação e cuidados com o bebê.




****************


É minhas amigas..amanhã começo este curso, já tenho experiência de 3 anos em Maternidade e creio que o Senhor me capacitou para cuidar de vidas.E porque não cuidar de uma nova vida..de uma nova mãe??


Serão quatro dias de curso intensivo, das 8 as 18..com certificado e cadastro no site nacional de doulas.


A partir de agora um novo ciclo se inicia.Farei por amor ao cuidar..por amar o próximo..Ver a vida nascer dia a dia é uma experiência incrível.Poderei testemunhar o milagre da vida,o ciclo mais sagrado que Deus criou...
Já tenho várias ideias..quero também poder dar curso de gestantes..curso de amamentação..enfim..muitas novidades virão por ai minhas amigas.


Logo logo volto com mais informações sobre o que aprendi.Só tenho um pedido..orem por mim..Precisarei da ajuda de vocês para conquistar mais este sonho..


Beijos

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Rally da lama..

10 comentários
Buenos Dias meninas..


Nossa..e a saudade de escrever aqui??Me segurei pra não escrever..tive tremedeira mais consegui..rs
Como foi o final de semana de vocês amigas??Sairam?Curtiram?Namoraram??Contem-me tudo( até parece que fiquei mais de uma semana sem entrar aqui..haha)
Vou resumir o meu :


Sexta: a noite fui a casa de um casal pra termos um tempo de comunhão, e como foi gostoso..como faz bem estarmos perto de pessoas tão queridas.E neste dia eles abriram sua casa para a nossa célula( eu já contei? eu e meu marido somos líderes de célula em nossa Igreja..depois explico com mais detalhes).Marido me faz passar vergonha ao pedir bolo pra levar pra casa...intimidade é uma m...


Sábado: sábado dei uma de tia Anastácia e passei o dia cozinhando.Todos os finais de semana um grupo de Gcem( célula) fica responsável pela cantina no final do culto, e o dinheiro adquirido é para que todos do grupo possam participar dos acampamentos e afins..legal né..E sábado seria a primeira vez do meu grupo.Fiz 7 kg de carne maluca..tive cãimbra nas mãos de tanto desfiar.Marido chegou em casa depois de ajudar o amigo em uma mudança, chegou com cãimbra nas pernas..procuramos banana e não tinhamos(ajuda na cãimbra né)..relaxamos no banho e por ai vai..hehehe
vendemos 80 pães..sobrou a raspa do tacho .Marido agradeceu grandemente pela sobra e comeu com farofa quando chegamos.


Domingo: Acordei as 10:00, marido 12:00 com a esposa o acordadando enlouqucida pra ter contato com a natureza..vestida pra andar na grama !Levantou... e ai começou nossa saga do parque ecológico.Fomos no do cabuçu..Saimos de casa com o sol fritando, chegamos lá a ponto de um tufão..gente.o tempo fechou horrores..e no parque apenas tinham 3 opções de trilha  descobrimos horas depois que uma delas é lugar de fazer macumba..JAMAIS voltaremos ,e o medo de ficar presa e me perder e depois com a descoberta da macu..tropeçar na galinha??UUUi ??NOT, decidimos nem pagar pra entrar..ai meu marido teve a brilhante ideia de irmos almoçar em um sítiozinho perto de lá, era 7 reais pra entrar e tal.Mais nunca iriamos imaginar o percurso do tal sítio.Já ouviram falar do Rally do deserto?...No nosso caso foi de lama..carro derrapava, eu gritava e marido ria..Até que chegou um ponto que o carro não subia nem com oração..quase bateu em uma árvore.Marido neste ponto fechou a cara..e eu vim quetinha de volta pra casa com nosso passeio frustrado.Rimos quando no caminho estava a plaquinha " Na compra de 10 pães, ganhe 100 gramas de mortadela.."Looosho né!
Enfim. voltamos pra casa, almoçamos( não pão com mortadela viu), dormimos e fomos pro culto.Fiquei imaginando o dia que nossas aventuras terão o terceiro integrante..vestidinho com boné, com botinhas e pronto pra acompanhar a família louca e alegre que ele tem.


Mais valeu a pena sabe..O importante é aproveitarmos estes momentos que o Senhor nos proporciona..amar viver..curtir cada instante..


E Domingo que vem tem mais, decidimos ir ao parque ecológico do tietê..andar de pedalinho(ieeee)..porque nossa criança interior não morre!!


Beijos amores...

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Esperando a primavera

10 comentários
A vocês amigas queridas, que assim  como eu, esperam ansiosamente pela chegada da primavera..que esperam o grande dia que a semente germinará..e que, com a Graça de Deus..frutificará.. Assistam..vale a pena.










Hoje Ana Paula Valadão é mãe de dois meninos lindos,Isaque e Benjamim..


Prova viva que Deus concede o desejo do nosso coração, no Tempo determinado por Ele.


Amigas, sei que muito em breve a semente florescerá..para todas nós.




Um ótimo dia a todas vocês...um grande beijo de quem adoraaaaaaaaa vocês!!!

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

A última palavra

7 comentários




" A fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que não se vêem."Hb 11:1


Com essa frase o culto deu inicio.Antes mesmo de entrar, pedi para que Deus falasse comigo de maneira poderosa..de uma forma eu sentisse que era direcionado a mim.


" De braços abertos quero te receber, filho eu estava esperando você, pra mim você é tudo o que eu sonhei um dia..eu te amo!"


Assim que cantamos  louvor acima, fiz o que o ministro pediu, Ele perguntou quem tinha sonhos..eu levantei a minha mão assim como todos..ele pediu para que consagrassemos este sonho ao Senhor..Fechei meus olhos..e consagrei os meus sonhos a Ele, consagrei meu filho...Chorei e disse ao meu Pai que não sabia esperar, pedi que Ele me ensinasse a esperar o Tempo de Deus, mais que com todo o meu coração eu desejava o meu filho comigo.


Subiu ao altar o convidado da noite, o missionário Pedro do Borel.Há anos evangelizando no Egito.Sonhando os sonhos de Deus.
Ele começou a falar sobre as incertezas da nossa vida..que a única certeza que o vivo tem é a morte.Que devemos viver em busca da salvação.
Citou algumas incertezas..se vamos nos casar um dia...se vamos ter filhos..


Neste ponto, senti meu coração palpitar.


Pedro contou uma parte de sua história..ele casou..e depois de um tempo ele e sua esposa começaram a tentar..um mês...três meses..um ano.Foi quando em uma consulta o médico virou aos dois e disse.."Sinto muito, sua esposa não pode ter filhos"
Ai ele chamou um menino de 5 anos talvez, lindo nos olhou e disse:


"Quem dá a última palavra..é DEUS"


"Você pode ter ouvido alguém dizer que não poderá ser mãe..não se apegue a isso..pois Deus tem uma história poderosa pra você...Nós não poderíamos ser pais, e hoje somos pais de dois filhos"


PAUSA


Pense em uma mulher que chorava neste momento..agora adivinhem quem era


DESPAUSA


Ele ministrou sobre Marcos 10:46..sobre o cego Bartimeu.O cego só foi ouvido porque clamou..porque foi humilde..foi sincero..


Me firmei e tomei posse desta promessa.Fui dormir com a sensação algo acontecerá...em breve.
E adivinhem o que sonhei??


Sonhei que estava andando na rua, e entrava em uma pequena loja , entrava porque minha atenção se fixou em uma linda chupeta azul, e no, sonho eu pensava..Agora eu posso comprar..porque está perto..bem perto..


Termino com um versículo de Marcos 10: 52


"Então Jesus disse: Vai, a tua fé te salvou.E imediatamente tornou a ver seguia a Jesus estrada a fora"





quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Lado bom e ruim

8 comentários
Boa Tarde meninas


Em primeiro lugar, quero agradecer pelo imenso carinho que tenho recebido de vocês.Como é louca essa esfera blogueira  né, pegamos um afeto imenso por pessoas que nem conhecemos fisicamente, mais que se mostram em cada palavra.Amoooooo.


Ser blogueira para mim, tem suas vantagens, você criar amizades, expor suas ideias, seus devaneios e até mesmo os monstrinhos mais escondidinhos que estão em nossos corações..É uma ferrementa que me lembra muito meu diário dos tempos de adolescente..só que com uma pequena diferença..esse tem livre acesso, todos tem a chave.
Mais sempre  tem seu lado ruim...e confesso que mudei minha maneira de pensar depois do que aconteceu com uma blogueira..
Creio que muitas de vocês ouviram o caso da " super grávida",a que supostamente esperava quadrigêmeos.. ela foi em quase todas as redes de televisão mostrar sua barriga de circo.
Mais o que ninguém podia imaginar era até que ponto vai o ser humano, o quanto ele respeita a vida do próximo.
Digo isso porque sigo a Aninha, e me assustei quando vi no face a matéria (aqui )dela, dizendo o que aconteceu..de como violaram uma coisa tão particular..tão sagrada.Ela também postou em seu blog o ocorrido (aqui).


Lado bom ou ruim..vale a pena expor sua vida, colocar momentos tão intensos, registrar suas fotos e correr o risco de acontecer com você o que aconteceu com a Ana?


Vale a pena escrevermos diariamente, pensar na melhor maneira de contar aquilo que estamos sentindo..criarmos posts e as vezes até anotarmos as ideias para não esquecermos?Para vir uma pessoa sem suas sanidades mentais e plagiar uma vida que é sua, que você viveu?


E cheguei a uma conclusão: Vale.Não posso excluir pessoas tão queridas que estão junto comigo nessa fase, não posso ignorar tanto carinho que recebo em cada post, cada palavra de apoio..de força..de insentivo.
Não posso deixar de registrar esses momentos que um dia meu filhote há de ver..
Mais o que  posso fazer é me precaver...colocar fotos com marca d'agua,ler os comentários anônimos antes de os aceitar e confiar que assim como eu, existem pessoas sinceras.
E confiar que o Senhor me guarda de todo o mal, assim como guarda a cada uma de vocês..que contam em palavras seus sentimentos..seus sonhos..
Eu continuarei a sonhar...

Intercessoras de Sonhos

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Sem tato

9 comentários
Oi Meninas..


Vocês já passaram por situações que te tiram do sério?
Que fazem você ficar passando a cena mentalmente pra ver se realmente aquilo aconteceu?


Eu já passei por diversas situações.Mais confesso que esta me tirou do eixo.Tive um misto de sensações ao mesmo tempo.Incredulidade, Raiva, Tristeza.E olha que pra me tirar do sério é bem difícil
Eis a situação:
Ontem estava com muita cólica, e meu remédio havia acabado( costumo dizer que não tenho cólicas, tenho amostra grátis de um trabalho de parto)e fui com toda a vontade comprar meu remedinho.E já que estava lá, resolvi perguntar a farmacêutica sobre o fitoterápico Saúde da Mulher.Ele ajuda a regular a monstra.Creio que no meu caso não haverá mais atrasos como o que eu tive antes, apenas se for meu presentinho, mais mesmo assim fiquei curiosa, e vai que alguma tentante precisa, ai poderia passar a informação.
Ai ela com aquela cara azeda perguntou: " Mais porque você quer saber, você tem algum problema?"


Pausa


Confesso a vocês que ainda não me acostumei com esse tipo de pergunta.


Despausa


Mais respondi com toda a calma: " É que tenho SOP, e tive um atraso de dois meses, mais agora está tudo bem , fazem dois meses que ela vem direitinho e...


Ela, com toda a grosseria delicadeza me interrompeu e disse:" Uuummmm..olha, eu vou ser bem sincera com você florzinha, se você realmente tem a SOP é BEM difícil você engravidar..."


Meninas, eu fiquei passada sabe, como uma profissional da área da saúde, que trabalha com o público pode falar uma coisa dessa, sem o menor tato, sem conhecer a minha história,sem saber como eu me sinto em relação a isso?Pra mim a pessoa tem que ter muita intimidade.
Simplesmente falei pra ela que não precisava mais me falar sobre o remédio e pedi para ela cobrar os comprimidos.Sai de lá prometendo a mim mesma, que só piso lá novamente pra comprar um pacote de fralda, com a barriguinha a mostra pra ela ver que sou filha do Deus do impossível, e que sou capaz sim de gerar meu bebezinho, com ou sem a droga da SOP.


Já é bem estranho você ter de escutar os comentários da família, e isso porque são pouquíssimas pessoas que sabem, ainda mais ouvir de alguém que não me conhece.


Confesso que quando meu marido chegou, ao contar a ele, chorei, mais não de tristeza, porque sei que vou conseguir, chorei quando disse a ele a promessa que fiz a mim mesma ao sair.Ele me abraçou e disse que não era necessário eu me preocupar, que ele não tem dúvidas que nosso filho já está separado e a caminho. 


E pra mim..isso basta...


Intercessoras de Sonhos

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Casinha em ordem

7 comentários
Puxa vida viu, mudando a fonte dos posts acabei apagando o post de ontem e não consegui recuperá-lo.
Ontem tinha dito que a minha red estava estranhinha, bem pouquinha, mais mudou horas depois, vindo com toda a vontade e com muita dor, ou seja, necas de nidação.
Mais enfim meninas,estou feliz com tantas mamães que estão se inscrevendo em nosso grupo de oração, e creio que Deus já está agindo, porque fiquei tranquila quando desceu, senti uma dor, mais não como as anteriores..porque sei que ao final, tudo dará certo.
Hoje começo a tomar os chás de uxi amarelo e unha de gato.Tomei ciclo anterior e ela veio bem certinha este mês, então sinal que fez efeito, mesmo eu não tomando o chá todos os dias.


Sabe meninas, estou fazendo tudo o que está ao meu alcance, sem que isso prejudique a minha saúde.Muito pelo contrário, quero deixar a " casinha em ordem" para quando meu bebê for se aninhar.
O possível estou fazendo, o impossível deixo com o Senhor.
Nossa decisão de engravidar foi muito consciente.Conversamos muito na época, expliquei ao maridão o desejo do meu coração, e , mesmo a princípio ele estando em dúvida, eu orava ao Senhor para que, se estivéssemos preparados, ele mostrasse ao Dan.E Ele mostrou.E é mágico ouvir o dan falar sobre o nosso bebê, se interessando pela minha iniciativa do grupo de oração, orando por nós também.
Lindo ver como ele olha quando um bebê está por perto.E como ele tem me dado força para aguentar a espera.E acima de tudo, ouvir ele dizendo "Nosso filho"
Tenho certeza que ele será um pai incrível , assim como ele é um marido maravilhoso.


Por ora, vou sonhando com momentos como esse:


Vem filho, deixa papai e mamãe ninarmos você..




PS: Sempre no final dos posts vou colocar o link do Intercessoras de Sonhos..assim quem quiser se inscrever não ficará perdida.


Intercessoras de Sonhos

Beijos meninas

sábado, 14 de janeiro de 2012

Inclusão de nome Intercessoras de Sonhos Parte 2

29 comentários
Amores..aqui será o espaço oficial para a inclusão dos nomes das tentantes  que irão participar da Intercessão.
Na parte dos comentários você coloca seu nome completo..e seu pedido de oração ao lado.
Assim que fizer isso..na barra lateral do blog tem o selinho, você pode escolher o seu e colocar no seu blog..


Conforme forem comentando, edito o post e incluo seu nome aqui abaixo, formando assim uma listinha.Conforme os positivos forem acontecendo, colocarei a data.


Lista:


Evelyn Caroline Oliveira Ferreira


Simone Aparecida Oesterreich Positivo em 06/02


Manoela Pacheco


Kátia Soares


Valéria Alexandra da Silva


Gelsa Maschioo


Lucélia de Matos Wroblewski Duarte


Alessandra Ferreira Rêgo dos Santos


Mariane Priscila Oliveira Carbonari


Josiane Ferreira dos Reis


Erika Vieira Giordo Campos


Bruna de Almeida dos Santos


Jaqueline Ferreira de Almeida


Thais de Oliveira Rodrigues Caldas


Roseli de Souza Silva  Positivo em 05/02


Eloise Alves


Luana Gomes Pereira


Elita de Castro e Souza


Viviane Elizabeth Motta Pinheiro


Fabiana Chaves Travençolo


Wanessa Souza


Bárbara D'arc


Karla Nardi



Samanta Barboza


Ligia Virtuoso


Fernanda Gonçalves 





Cristiane Aparecida Paladino Souza.


Elma Sodré


Patrícia Freitas




Selinhos Intercessoras parte 1

7 comentários
Saudades de escrever aqui minha gente..Tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo..rss.
Ontem foi aniversário do maridão..então fomos passar o dia na sogra, pois a noite o plano era apenas nós dois,maaaais minha sogra estava meio depre e chamou também meus cunhados, já havia comprado  ingredientes para fazer a noite do pastel, ai não deu pra recusar né..Ficamos lá o dia todo.Fiz pavê de paçoca pro lindaum, ele pediu isso ao invés de bolo, mais lógico que cantamos Parabéns..com pavê, mais cantamos..rss
O dia todo estava com cólicas e muita dor nas costas.Eu havia feito um teste de farmácia na dia anterior, escondidinha, porque seria a oportunidade perfeita pra anunciar que a família iria aumentar.E deu negativo..ahh vá!
Mais no fundinho, tinha uma leeeeve esperança, porque além das coisinhas que sentia..sono, cólica, dor nas costas e dois episódios de queimação, tinha feito o danado do teste com dois dias de antecedência a chegada da monstra, e ainda por cima, fiz o teste em questão errado..ahuahau,só eu mesma.Fiz o fast test, e tinha que deixar o palitinho no potinho por 5 minutos, e ao ler a bula, entendi que tinha que deixar o palito 3 segundos, e tirar e deixar o palitinho xixizado na vertical..( quase uma simpatia..rsrs, mais entendi assim , fazer o que?)e foi o que fiz, ai fiz online com minha amiga..e ela me ajudou a concluir que tinha feito caca..Valeu Tati..rss


Burrices a parte, ainda ontem estava me imaginando meio grávida..e eis que surge o assunto que me cerca..pareciam que queriam exteriorizar os meus pensamentos.Começaram a falar de gravidez..de parto..amamentação, nomes de bebês.Minha sogra sijogou no assunto e contou suas experiências, com os gêmeos..( que faleceram antes do parto), a do meu cunhado e do meu marido..Três cesáreas, três tipos diferentes de sentimento, quatro filhos homens..dois vivem em seu coração e lembrança,apenas dois podem abraçá-la.A vi de outra maneira..vi uma guerreira na minha frente..que enfrentou sozinha a morte dos meninos, e ainda teve forças para continuar a tentar,e Deus com sua graça , fez com que os dois seguintes fossem homens..
Foi muito gostoso, ainda não contei a ela que estamos tentando nosso filho..apenas minha cunhada sabe.Mais ainda não é hora..quero curtir com meu marido todas as fases dessa espera..o planejamento..os sonhos.Nada de presaão familiar, porque já é bem complicadinho sendo apenas a  nós dois.
Enfim, e hoje pela manhã surge o sinal do ciclo que se completa.Feliz porque parece que meu organismo entendeu que não tomarei anticoncepcionais, ele entendeu que a partir de agora..tudo é por conta dele..sem atrasos..ciclo lindo fechado em 30 dias!
Triste porque me senti grávida..


Enfim..interceder por vocês está sendo uma experiência muito gratificante..sinto que em breve positivos virão..
Então pra solidificar esse momento, pedi pra minha amiga Tati( MIGA.TE AMOOOOO) fazer dois selinhos para colocarmos em nossos blogs, será nossa marca registrada.


Eis os selinhos:






Alguns ajustes:


Criarei um post com o nome de cada uma que participará do grupo de oração.Uma espécie de listinha com os nomes entendem? E ai, quem quiser incluir seu nome e seu pedido de oração, comenta neste mesmo post que eu os receberei por email, e editarei a lista com novos nomes..capitche?


Ficou estabelecido que,oraremos umas pelas outras antes de dormir..cada uma no seu ritmo, sem atrapalhar o dia a dia de ninguém


E , conforme os milagres forem acontecendo, sendo em que área for, vocês poderão me mandar o email com o relato, e eu postarei no blog no dia seguinte ok??


Lembrem-se que " Milagres ocorrem quando de joelhos estamos"


Beijos

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Intercessoras de Sonhos

7 comentários
 “Orai uns pelos outros” (Tg. 5:16)


Pensando neste versículo, sinto fortemente no meu coração que preciso fazer algo nesse sentido.As vezes, pedimos tanto por nós mesmos que acabamos nos esquecendo de orar pelo próximo.
Sendo assim, decidi interceder por vocês, pois abençoando também somos abençoados.Interceder é colocar-se no lugar do outro, pensar na causa do próximo e a tomar para si., através da oração.
Não importa no que acreditem , para quem pedem, mais creio que há poder na oração.Então estou criando um grupo de oração para nós futuras mamães..


O que acham de orar umas pelas outras?De além da amizade virtual, tornar também uma amizade espiritual?
Interceder pelo sonho da outra...que por ironia ou não também é o nosso sonho?
“O intercessor harmoniza dentro de si o coração de uma criança diante do Pai e de um leão diante do adversário”.


Então as convido amigas, futuras mamães a esse pequeno grupo de oração..Vamos separar uma parte do nosso dia, e interceder..orar como se fosse por nós mesmas..Creio que o mover de Deus se fortalecerá em nosso meio.Creio que milagres podem acontecer e que curas( sop, cistos, miomas, infertilidade, ansiedade..) irão surgir..assim como as sementes irão germinar.


Nem que seja por 5 minutos, vamos estabelecer um compromisso com o Senhor??
Também pensei em abrir espaço para testemunhar os milagres que acontecerão entre nós,quem sabe uma listinha com nossos positivos?


Estou aceitando sugestões meninas,,fiquem a vontade para expor seus pedidos..e eu intercederei por todas...


Seremos as Intercessoras de Sonhos...


PS: Seria possível orarmos no mesmo horário???


Beijos

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Felizinha

8 comentários
Meninas..vamo que vamo..


Comecei o blog com o objetivo de conter um pouco a ansiedade, nem sabia se alguém acharia meu blog perdido pelo mundo Google..rsrsrs
E não é que para minha surpresinha..alguém gosta de ler as bobeirinhas e devaneios desta pessoa que vos fala..haha.Eu sou uma pessoa que super me apego as pessoas, então faço aqui um pedido..não me deixem..rs.A amizade de vocês, as palavras doces , de encorajamento me fazem perceber que, unidas, tudo fica mais fácil.A espera fica menos desesperadora.Então ticas do meu core..Thanks for everything...


Gentem, não sei vocês, mais como o shopping me faz bem .abafa
Estamos ensaiando o passeio desde ontem, mais só conseguimos ir hoje..Estava lokona pra comer camarão, bateu um desejo de tentante incontrolável (oi?), tive que me jogar na vivenda e ser feliz.
Já estava felizinha com a gordisse , depois então do maridão me liberar pra comprar make..fiquei felizona..Além de ser tentante , sou aspira da automaquiagem..é complicado, mais chego lá.


Fora que, sair com o maridão é gozação na certa..rimos por tudo..inclusive dos 343234 bebês que vimos andando/nocolo/nacadeirinha/nocarrinho/nabarriga e bla bla bla wiskas sachê.
 Bom, post rápido pra dizer o quanto estou feliz e sou feliz...xô tristeza...!!!!!


Beijos

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Felicidade.wmv

6 comentários
Incrível como a fidelidade do Senhor se manifesta quando estamos tristes..Como Ele fala de diversas maneiras.


 " Não andeis ansiosos por coisa alguma,em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus as vossas petições pela oração e pela súplica, com ações de graça.E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus.Filipenses 4: 6-7"


Esse versículo falou demais comigo.E o Senhor me deu a paz...Fiquei pensando em quanta coisa já realizei até aqui.Do quanto Ele supriu as nossas necessidades em todas as áreas, jamais deixando nos faltar nada.Lembrei-me da época em que decidimos nos casar..do quando as coisas foram acontecendo, melhor do que havíamos sonhado.E creio que as coisas que estão por vir não se comparam com as que penso.Como a ansiedade nos atrapalha..a red nem veio ainda e eu aqui, lamentando por antecipação.Quem sabe meu presentinho está aqui???
Me senti tão melhor que resolvi me jogar na edição de um vídeo que fiz pro Dan,é a primeira vez que me meto a criar um vídeo e olha que"gosti" do resultado gentem..
Vou criar outro de aniversário pra ele..dia Deus permitiu que ele viesse a esse mundo..destinado a amar a Deus e a mim..hahahaha
Sejam sinceras meninas..ficou legal...digamquesim.





Ele curtiu gente..o que o maridão não faz pra agradar a sua esposa né minha gente..ele tem amor a vida..rsrs


Boa Noite meninas

Carta para Deus

9 comentários
Pai..sabe o que dói?


Dói ver que, ao meu redor, todas as mulheres do mundo são superférteis e conseguem engravidar apenas com a força do pensamento.


Dói saber que, estou fazendo um esforço danado para se manter firme..


Dói sair na rua e ver tanta vida florescendo lá fora..


Dói ver meu marido imaginando um dia buscar nosso filho na escola..e eu nem ao menos saber se está chegando este momento


Dói tentar sapear os canais da televisão, e se perder nas experiências de parto , que não não minhas.


Dói saber que tenho por vezes pensamento egoístas..como esses acima.


Dói não saber sobre o amanhã.


Dói não ter você aqui comigo..ainda.


Ao assistir Cartas para Deus, me insiperei na vida daquele pequeno garoto, que mudou a vida de tantas pessoas, sem ao menos elas se darem conta
.Que em meio a tanta dor pensou nos demais, amou sem esperar absolutamente nada em troca.
Então escrevo aqui o que sinto neste momento..com a maior sinceridade que possuo, com a força de desejar que mudem o meu mundo.
Aprendi que devemos ser sinceros naquilo que pedimos, naquilo que estamos sentindo. e Deus..tu sabes o quanto estou sendo verdadeira.
Admito que pelo meu querer as coisas podem não acontecer, mais pelo Teu querer o impossível eu poderei ver.
Meu coração chora , eu estou ansiosa pelo amanhã..e deposito em toda a minha angústia.Me ajude Senhor a seguir..Crendo que o Senhor trabalha em oculto para nos promover.
Sou grata Pai, pela vida que me deste..pelo marido incrível que tenho..que foi presente Teu.
Sou falha..
Sou pequena..e precido do seu colo.
Faço dessas palavras não apenas minhas, mais de todas as mamães que sentem o mesmo, que sofrem com cada negativo , com cada mês , ou ano de espera.Que sofrem com a ansiedade, com sintomas que torcemos para que eles se confirmem, e que acabam passando.
Nos ajude Pai a esperar o seu momento..nos dê fé e paciência para esperar o nosso miagre acontecer.


Sua filha..Evelyn

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Presente

9 comentários
Olá meninas..como passaram o final de semana?
Embora eu tenha passado um final de semana excelente com o dan..de ficar assistindo filmes juntos..hoje estou completamente desanimada.
Sexta -feira o maridão faz aniversário..um dia antes da possível descida da red.Pensei em vários presentes a dar, mais o melhor presente que eu poderia dar seria um positivo.
Queria que dessa vez fosse diferente..que fosse especial..que eu me sentisse grávida..me sentisse realmente mãe.Não gostaria de sentir esse vazio que sinto nesse momento.Depois do atraso de 40 dias, fico com medo de acontecer novamente.Medo de atrasar e mais uma vez receber o negativo..a palavra pode ser simples, mais o efeito é devastador.
Ontem fomos dormir super tarde..assitimos ao filme E SE VOCÊ TIVESSE UMA SEGUNDA CHANCE, e nesse filme tem uma menininha tão doce, tão companheira do seu pai, ver aquela família unida..pai, mãe filhas me balançou..eu não quero carro, casa chique, roupas da moda...apenas quero ter a minha família..e viver para Deus e para ela.
Quero apenas duas listrinhas em uma caixa de presente..que não seria apenas meu..seria nosso.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Logan

9 comentários




Logan veio pra casa com 3 meses..todo tímido..trêmulo..no meu colo...Maridaum dirigindo e a cada cinco minutos dava uma olhadela pra ver se ele estava bem.Eu o segurava..olhava pra cada partezinha do corpinho fofucho..Foi amor a primeira vista.Quando estava procurando um dog..olhei várias raças..suas características..se era social..se gostava de crianças..não queria errar na escolha..afinal..ele seria da família pelos próximos doze anos..
Chegamos em casa e o soltamos..ele ficou todo milindre..cheirando com seu fucinho achatado tudo o que via..se localizando..se sentiu confortável e fez caquinha do lado da minha cama..hehe
Mais eu jamais imaginaria o que viria depois...


Não imaginava que o vínculo era tão grande
Não imaginava que ele me acompanharia por onde eu fosse(inclusíve nas minhas idas ao banheiro)..saio e ele está lá..sentadinho
Não imaginava que, ele se interessaria tanto pelas coisas que eu faço..fica com aqueles olhinhos de Lula atentos..me seguindo
Não imaginava que..em nossa primeira viagem..eu sentiria tanta falta dele..e que..quando eu chegasse..ele correria e me derrubaria no chão de tanta saudade
Não imaginava que, em meus momentos de oração e desespero..ele pularia em cima de mim..e chorasse
Não imaginava que ele seria tão guloso e bolota..pesado e que eu não poderia derrubar nada no chão..se não já era!
Não imaginava que , quando recebesse visita..ele seria o anfitrião..o mais hospitaleiro..o mais receptivo.
E não imaginava que teria tanto a dizer..
Hoje..planejando a minha gravidez..vejo que..foi uma boa escolha ter um cachorro primeiro..Porque pude provar o que é carinho..amizade...cumplicidade...
Fico feliz ao imaginar como meu filho será feliz ao lado do Logan..tenho certeza que..se não estiver por perto..ele com certeza estará..



quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Planos 2012 parte 2

1 comentários

E foi em minhas pesquisas sobre o mundo da Maternidade fora do hospital , sobre Parto Natural que conheci as Doulas.

pequeno vídeo que explica o papel da doula

Doulas são profissionais que auxiliam a mãe durante o trabalho de parto, trazendo um ambiente de conforto a mãe e o bebê..mais informações aqui.E Deus falou ao meu ouvido..Vai...e eu fui...
E esta é a novidade..hoje já fiz minha matrícula pro curso de Doula,pelo grupo Maternidade Ativa..o GAMA. vou contando aqui as coisas que vão acontecer..mais são muitos projetos..entre eles Curso de Gestante..

Tô tão ansiosa..sei que essa é a vontade de Deus..

Precisei contar a minha experiência antes de contar como " doular" vai fazer parte da minha vida de agora em diante.Quero continuar a ajudar as mães em um dos momentos mais lindos da vida de uma mulher..a capacidade de gerar e parir seu filho.
Sei que o caminho será longo..mais com a ajuda de Deus, da família e dos amigos sei que vou longe.

Dizem que quando decidimos ter um filho, tudo ao nosso redor muda..posso dizer que não fugi a regra..sonhar com meu filho não mudou apenas meus pensamentos, mais mudou minha profissão..."Filho, você nem existe ainda e já está ensinando a mamãe...te amo e te devo essa!!!"
Termino com uma frase que resume a tudo isso.." Aquele que tem uma profissão tem um bem; aquele que tem uma vocação tem um cargo de proveito e honra"..Benjamim Franklin